O fator Obama

A crise se aproxima cada vez mais do Brasil. Os diversos índices divulgados apontam redução dos níveis de crescimento, aumento de demissões, reestruturações em empresas de grande porte, revisões de projetos e investimentos. Quando essa tendência será revertida?

Nos primeiros discursos das cerimônias de posse do novo presidente norte-americano, com custo estimado de U$ 150 milhões, a maior esperança de mudança no quadro de crise internacional alertou que a recuperação pode durar “meses, anos”. Esperamos que seja apenas uma tentativa de diminuição das expectativas, para que o caminho do crescimento seja retomado com maior rapidez.

Desde já, as energias alternativas, as questões ligadas à sustentabilidade e as tecnologias de informação e comunicação ganham força na agenda e podem representar oportunidades para nosso país.

No Brasil, a expectativa é de redução mais ampla da taxa de juros pelo Copom, permitindo melhores condições para o combate interno ao desaquecimento.

Além disso, é hora de investir em conhecimento, desenvolvendo novos produtos, serviços e processos que permitam superar o momento de acirramento da competição. A inovação continua tendo papel fundamental para agregar valor e tornar as organizações mais sustentáveis, tanto a curto quanto a longo prazo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: